SONDER

sonder foi um exercício tanto de game design para o concurso 200 Words RPG Challenge de 2017, quanto de experimentar escrever um jogo diretamente em inglês, sendo o principal parâmetro do concurso, condensar todo um jogo em apenas 200 palavras.

A intenção foi tentar elaborar dentro de procedimentos mínimos a potencialidade para emergir o máximo de significado em uma experiência de construção narrativa em grupo.

A proposta foi diretamente inspirado pelo video: Sonder – The Realization That Everyone Has A Story, do canal Dictionary of Obscure Sorrows.

Versão original em inglês

sonder: realization that each random passerby is living a life as vivid and complex as your own.

game about the extras of everyday life
 an exercise of empathy to strangers

get a domino set
 divide the pieces equally between participants.
 each piece is a character sheet with traits and connections.

first player puts a piece of choice on the center of the table, saying:

“I'm...__(N)__.”

using N words to describes their character, where N = one of the numbers [0-6] on half domino piece.

then, describes an everyday life scene for their character.

next, other participantes may ask one question about that character, clockwise.

*if (N) is the lowest choosed number, player answer the question;
 *if (N) is the highest, other participants respond;
 *If they’re equal, alternate.

all are encouraged to build on previous answers.

when turn ends, next player connects one of their pieces to the other half, if they can [if not, skip], and starts another turn: new character, same rules applying.

except that this new character has to had witnessed in some way the last scene, as a passerby, having made eye contact.

game ends when all pieces are rhizomatically connected on the table.

Judge Comments

This game really demonstrates something I think we’ve lost in society, which is the ability to see other individuals as people, as human beings with their own narration, own lives, and own wars they’re fighting we can’t see. I love the unique way of using the domino mechanic to learn more about each character, while also using it to carve a pathway towards seeing how interconnected and yet apart the world is. It takes a really difficult concept and makes it accessible and powerful. – Kate Bullock

Versão em Português

Sonder: a realização de que cada transeunte aleatório vive uma vida intensa e complexa como a sua.

jogo sobre os figurantes do dia a dia
um exercício de empatia com estranhos.

pegue um conjunto de dominó

divida as peças igualmente entre participantes

cada peça é uma ficha de personagem, com características e conexões

Primeiro jogador coloca uma peça à sua escolha no centro da mesa, dizendo:
“Eu___(N)___.”
usando N palavras pra descrever seu personagem, onde N = um dos números [0-6] numa das metades da peça do dominó.

descreve então uma cena quotidiana da vida daquele personagem.

á seguir, os outros particiantes podem perguntar uma questão sobre aquele personagem, em sentido horário:
se (N) for o menor número escolhido, o jogador responde a questão;
se (N) for o maior, outros participantes respondem;
se forem iguais, anternem.

todos são encorajados a construir em cima das respotas anteriores.

quando o turno acaba o próximo jogador conecta uma de suas peças numa das metades da peça sobre a mesa, se ele puder [se não, passa a vez], e outro turno se inicia: novo personagem, mesmas regras se aplicam.

exceto que este novo personagem deve ter testemunhado de alguma forma a cena anterior como transeunte e feito contato visual.

jogo acaba quando todas as peças estão rizomaticamente sobre a mesa.

Comentário do Juiz

“Este jogo realmnet demonstra algo que eu acho que nós perdemos na sociedade, que é a habilidade de enxergar os outros como indíviduos, seres humanos com as próprias narrativas, próprias vidas e as próprias guerras que travam e que não conseguimos enxergar. Adoro a forma única de usar a mecânica de dominó, para aprender um pouco mais sobre cada personagem, ao mesmo tempo em que o usa para trilhar um caminho para se enxergar o quão interconectado e ao mesmo tempo separado o mundo é. O jogo toma um conceito realmente difícil e o torna acessível e poderoso.” – Kate Bullock


		
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s